É preciso saber ler as métricas do seu site.

Conheça os principais KPI

O Google Analytics é uma ferramenta poderosa, capaz de nos dar as métricas sobre o nosso website de que precisamos para gerir melhor o nosso negócio. Saber o que procurar não só requer algum conhecimento básico de marketing como também saber onde encontrar a resposta.

Temos de olhar para as características do nosso negócio para saber quais são os KPIs relevantes

Estes são para nós os principais KPI:

  • Pageviews: é talvez aquele que mais ouvimos. As pageviews referem-se ao número de vezes que as páginas do nosso website são vistas. Quando um website tem 500 mil pageviews significa que foram vistas 500 mil páginas do mesmo. Se o nosso site for um site de ecommerce isso significará, grosso modo, que foram vistos perto de 500 mil páginas de produto. De notar que se o mesmo utilizador consultar o mesmo produto cinco vezes são contabilizadas 5 pageviews.
  • Visitas únicas: este número é geralmente mais baixo que as pageviews, uma vez que diz respeito aos contactos de pessoas diferentes com o nosso website. Isto é, se um mesmo utilizador visitar 5 páginas, são contabilizadas 5 pageviews mas apenas 1 visita única.
  • Páginas por visita: esta métrica refere quantas páginas os nossos visitantes estão a consultar em cada visita. Tipicamente este é uma medida da “stickiness” do nosso conteúdo. Quanto mais elevado for este rácio melhor porque significa que o conteúdo do site é apelativo para o visitante.
  • Bounce rate: diz respeito ao número de pessoas que acederam ao uma dada página sem terem visitados outras. O significado deste KPI depende da natureza do website; na verdade, um valor baixo pode significar que o website é fácil de entender e que o utilizador conseguiu obter o que procurava rapidamente. No entanto uma bounce rate elevada também pode ser sinal de pouco apelo dos conteúdos fazendo com que que a visita seja de curta duração e por isso de apenas uma página.
  • Visitantes novos e visitantes repetidos: este dados indicam-nos quantas pessoas estão a regressar ao nosso website depois de uma primeira visita. É com estes números que ficamos a saber quantos fãs verdadeiros temos.
  • Conversão: é um indicador fundamental que quantifica o desempenho do site face aos nossos objectivos. Podemos no mesmo site ter vários tipos de conversão (venda, pedido de informações, subscrição de newsletter, visualização de um vídeo, download de um eBook, etc) e estas são normalmente muito relevantes para o negócio.
  • Outros dados importantes

    Há outros KPIs aos quais é necessário prestar atenção:

    • Origem geográfica do tráfego: a Internet é global mas o nosso website não. Monitorizar em que cidades, regiões e países o nosso website é mais consultado é fundamental para percebermos a abrangência geográfica do nosso negócio. Tanto podemos descobrir oportunidades de expansão, como perceber que é preciso redefinir a estratégia por o nosso website não ser popular nas regiões onde deveria ser.
    • Páginas de entrada e de saída: esta métrica permite-nos saber qual a navegação dos visitantes. Por exemplo, se entram no website pela homepage ou por uma página de interior, um dado que é importante para ajustar a estratégia da marca e que influencia o próprio design do website.
    • Tráfego por tipo de dispositivo: mais um dado que nos permite adaptar o nosso website às necessidades do visitante. Se o tráfego for maioritariamente mobile, é preciso alocar os esforços humanos para esta plataforma. É importante também saber se os visitantes são mais iOS ou Android, mais Windows ou Mac, para explorar determinadas funcionalidades do website em detrimento de outras e no final do dia para garantir que o maior número possível de utilizadores vão ter uma boa experiência no nosso site nos dispositivos e sistemas que utilizam.
    • Tráfego por rede social: este dado indica-nos se as pessoas estão a entrar no nosso website pelo Facebook, se pelo Twitter, se pelo LinkedIn e ajuda-nos, por exemplo, a definir que botões de partilha devemos incluir nas páginas. É também relevante para percebermos quais os resultados da estratégia de social media que estamos a seguir.
    • Optimização do motor de pesquisa (impressões, cliques, posição média e CTR): o tráfego proveniente das redes sociais tem uma percentagem cada vez maior, mas aquele que vem dos motores de pesquisa continua a ter um peso enorme. A optimização do website para o Google, o Bing, o Yahoo ou qualquer outra plataforma é fundamental e, para tal, é preciso estar atento às estatísticas de tráfego. Não só quantas pessoas chegam ao website do Google, mas quais as palavras-chave que as fazem chegar, quantas impressões temos nas listas de resultados, qual a posição média dessas impressões (que espelha de alguma forma a qualidade/relevância do conteúdo) e a taxa de clique que essas impressões obtém.
    • Tempo médio de carregamento da página: actualmente os utilizadores procuram sites de acesso rápido. É já sabido que um site lento é algo que não agrada aos utilizadores e que inclusive prejudica directamente o desempenho do mesmo. Daí que é importante avaliar o tempo médio de carregamento para que no caso de ser excessivo possamos tomar medidas correctivas.

Quer fazer parte da lista de empresários que têm sucesso em vendas todos os meses?

Poderemos analisar a sua empresa e fazer uma PROPOSTA DE VALOR para implementação de técnicas para levar mais clientes para a sua empresa, sem custos de avaliação e sem compromisso. Consulte-nos e saiba como disparar as vendas com facilidade. Veja AQUI alguns casos de sucesso

 

Blog Empresas com Sucesso